Translate

30 de janeiro de 2013

ARTE EM FOTOGRAFIAS E PINTURAS DA AURORA BOREAL E AUSTRAL




ARTE E NATUREZA



FOTOGRAFIAS E PINTURAS

AURORA BOREAL E AURORA AUSTRAL


Luzes Dançantes




Música: "Aurora Boreale" - Enya






FOTOGRAFIAS QUE PARECEM PINTURAS

A Arte em Fotografias deste Fenômeno Natural Espetacular que é a Aurora Boreal e Austral


Fotografar é uma manifestação artística como outras formas de arte, dependendo do contexto. Há quem discorde, por ser apenas produzida através da realidade. 
Registrar um instante fotográfico não é apenas copiá-lo. 
Fotografar é criar imagens, é materializar o olhar do observador que elabora com sensibilidade, e também com técnica, o motivo proposto de captura. É um processo como qualquer outro tipo de trabalho artístico,  com linguagem própria e não somente um processo mecânico.




A História da Fotografia


Primeira fotografia, feita por Joseph Nicéphore Niépce, em 1826 na França.

"A primeira fotografia reconhecida foi feita em 1826, pelo francês Joseph Nicéphore Niépce, no entanto o desenvolvimento da fotografia não pode ser atribuído apenas a uma pessoa. 

Diversas descobertas ao longo do tempo foram somadas para que fosse possível desenvolver a fotografia como é conhecida hoje. Químicos e físicos foram os pioneiros nesta arte, já que os processos de revelação e da fixação da fotografia são essencialmente físico-químicos, numa associação de condições ambientais e de iluminação a produtos químicos.

Com o passar do tempo a essência da forma de fazer fotografia não mudou, no entanto, os avanços tecnológicos permitem cada vez mais melhorar a qualidade da fotografia, aumentar a resolução e a realidade das cores. A busca pela acessibilidade da fotografia também era grande preocupação logo em seu surgimento, a busca era intensa por materiais duráveis, eficazes e de baixo custo e pela aceleração no processo de revelação.

O desenvolvimento da fotografia colorida foi também um processo lento e que necessitou de muitos testes. O primeiro filme colorido foi produzido em 1907, mas ainda hoje a fotografia colorida não alcançou a definição da escala de tons que a sensibilidade do filme preto e branco possui.

Com o advento da fotografia digital, muitos paradigmas fotográficos foram alterados. Com aparelhos cada vez menores, mais simples de manipular e que produzem fotografias em alta qualidade,com a internet facilitando o fluxo das imagens, a fotografia tornou-se algo muito mais simples e popular do que era".
Fonte: http://www.infoescola.com/artes/fotografia/



Bernt Olsen  - Fotógrafo norueguês contemporâneo
Bernt Olsen  - Fotógrafo norueguês contemporâneo


Aurora Boreal na Noruega
Aurora Boreal - Fotografia de M. Scott Moon
Aurora Austral - Fotografia de Chris Wilson
(Australian Antarctic Division)
Aurora Austral



PINTURAS QUE PARECEM FOTOGRAFIAS


"Aurora Boreal" - Frederic Edwin Church
Pintor americano (1826-1900)
"Aurora Borealis" - Michael Creese
Pintor americano contemporâneo




Vídeo: Imagens da Aurora Boreal

Música: "Canção para Raquel" - Vangelis
Compositor grego contemporâneo




Aurora Boreal é quando o céu se transforma numa gigante tela de luz, cor e magia.
Nunca vi uma aurora boreal nem astral pessoalmente, mas a própria aurora do sol, que se faz presente todos os dias e raras vezes a vejo,  já é um espetáculo grandioso para meu olhar apreciador. (Denise L.)



22 de janeiro de 2013

PINTURAS NO AMANHECER, NO ENTARDECER E O PERÍODO DA PINTURA DO ROMANTISMO - TURNER - CONSTABLE - DELACROIX E OUTROS ARTISTAS






A ARTE NA NATUREZA

PINTURAS DO AMANHECER E ENTARDECER




A AURORA

 O ALVORECER...AMANHECER


Sol Nascente 
A Vitória Sobre a Noite
O Começo
A Esperança do Novo


"Sol e Mar II - Descendo a Serra" - Denise D'O. Ludwig
Acrílica s/ Papel - 2001
(Foto: João D' Oliveira)




O OCASO
O PÔR DO SOL...CREPÚSCULO



Sol Poente
 O Repouso
 O Mergulho do Sol no Horizonte




"Sol e Mar I" - Denise D'O. Ludwig
Acrílica s/ Papel - 2001
(Foto: João D' Oliveira)




Música: "Manhã"
(Suíte Peer Gynt n.1, op. 46) - Edvard Grieg
Compositor e pianista norueguês (1843-1907)
(Clique na seta para ouvir)








ARTE NO PERÍODO DO ROMANTISMO



"O Romantismo foi um período cultural, artístico e literário que se iniciou na Europa no final do século XVIII, espalhando-se pelo mundo até o final do século XIX.
O berço do romantismo pode ser considerado três países: Itália, Alemanha e Inglaterra. Porém, na França, o romantismo ganha força e os ideais românticos espalham-se pela Europa e pela América.
As características principais deste período são: valorização das emoções, liberdade de criação, amor platônico, temas religiosos, individualismo, nacionalismo e história. Este período foi fortemente influenciado pelos ideais do iluminismo e pela liberdade conquistada na Revolução Francesa."
fonte: http://www.suapesquisa.com/romantismo/romantismo.htm





O artista plástico mais conhecido do período do romantismo francês, foi o pintor Eugéne Delacroix
(1798-1863), considerado o líder deste período artístico.


"Pôr do Sol" - Eugène Delacroix
Pintor do período romântico francês (1798-1863)


"Pôr do Sol" - Eugène Delacroix
Pintor do período romântico francês (1798-1863)





Na Inglaterra os dois maiores nomes do período romântico foram os artistas ingleses
William Turner(1775-1851) e John Constable (1776-1837).
Mesmo sendo admiradores do classicismo preferiam a busca da interpretação pessoal,
junto à natureza com seus efeitos inusitados da atmosfera e da luz.




Joseph William Turner eternizou o nascer e o pôr do sol


Turner, John Constable e o Período do Romantismo Inglês 

Turner é considerado o pintor da "Luz". Foi um pintor exemplar na técnica da pintura a óleo e também um grande aquarelista. Suas pinturas refletem leveza, fluidez, com efeitos atmosféricos nunca vistos antes em pinturas. Dava-lhes uma transparência e brilho ao mesmo tempo. Para ele o significado da luz era manifestação do espírito de Deus. Suas pinturas revelam a não solidificação dos objetos, apenas vultos soltos. Em algumas pinturas os objetos são quase irreconhecíveis. Ele pintava utilizando um jogo de luz sobre as águas e os solos, misturando-os aos céus.
Uma história curiosa a respeito dele, mas não comprovada como real, que ele próprio havia se amarrado ao mastro de um navio, a fim de experimentar a sensação durante uma tempestade no mar.
Turner e John Constable foram artistas importantes na história ocidental da pintura elevando a pintura de paisagens diante das pinturas históricas. Foi o período da arte que a natureza passou a ser realmente a protagonista nas artes e não somente um "pano de fundo". Anteriormente a este período da pintura romântica e acadêmica, a utilização das paisagens era meramente para complementar e preencher o fundo das pinturas.
Turner e Constable não só estiveram presentes neste importante período da pintura. como influenciaram diretamente os impressionistas franceses, principalmente Claude Monet, que estudou suas técnicas, suas intensidades das cores, a importância da luz e que também foi considerado o "pintor da luz".
O próprio Monet fez uma viagem à Inglaterra e estudou de perto os artistas ingleses.

A pintura de John Constable é mais voltada a cenas rurais em paisagens que transmitem serenidade. Ele escreveu a respeito que "a pintura é apenas outra palavra para o sentimento".

Foi também um pioneiro na percepção e estudo da mudança dos efeitos da luz e condições atmosféricas na arte.
Constable executou numerosos estudos de observação de paisagens e nuvens em aquarelas, tornando-se entendido cientificamente nas condições atmosféricas. Nos estudos do céu, ele fazia anotações por trás dos desenhos, das condições meteorológicas presentes e também da direção da luz e a hora do dia. Os efeitos físicos eram evidentes também em suas grandes pinturas à óleo.



John Constable escreveu:


"O mundo é grande. Não há dois dias iguais, nem mesmo duas horas, nem estavam sempre lá duas folhas de uma árvore, desde a criação do mundo. E as produções de arte genuínas, como as da natureza, são todas distintas umas das outras."
(fonte: wikipedia)




O poeta francês Baudelaire (1821-1867)  disse:

"O romantismo não se encontra nem na escolha dos temas nem em sua verdade objetiva,
mas no modo de sentir. Para mim, o Romantismo é a expressão mais recente e atual da beleza. 
E quem fala de romantismo fala de arte moderna, quer dizer, intimidade, espiritualidade,
cor e tendência ao infinito, expressos por todos os meios de que as artes dispõem".


"Nascer do Sol no Castelo Norham"- Joseph William Turner
Pintor do período romântico inglês (1775-1851)


"Nascer do Sol entre Duas Colinas - Joseph William Turner
Pintor do período romântico inglês (1775-1851)

"O Navio 'Temeraire' Rebocado" - Turner
Pintor do período romântico inglês (1775-1851)


"Sol Nascente com Pescadores" - Tuner


"Pôr do Sol no Rio" - Turner


"Pôr do Sol sobre o Lago" - Turner


Turner


Turner


"Mata da Colina na Lagoa Hampstead" - John Constable
Pintor do período romântico inglês (1776-1837)


"Baía de Shoreham - Pôr do Sol" - John Constable
Pintor do período romântico inglês (1776-1837)





Abaixo quatro das pinturas de Monet,
 de uma série feita do Parlamento britânico, durante sua viagem à Inglaterra, que foi influenciado pelo artista romântico Turner. 
Foram pintadas em diferentes horas do dia e circunstâncias do tempo.


"Casas do Parlamento - Pôr do Sol" - Monet


"Casas do Parlamento - Sol" - Monet


"Casas do Parlamento - Sol Através da Névoa" - Monet


"Casas do Parlamento" - Monet



Abaixo pintura de um artista russo, famoso por suas pinturas marinhas, do período do romantismo na Rússia.

"Pôr do Sol no Mar" - Ivan Aivazovsky
Pintor do romantismo russo (1817-1900)



Vídeo-Música - Imagens do Nascer do Sol
ao som do compositor italiano Rossini (1792-1868)







Pinturas com sóis de outros artistas dos períodos modernos e contemporâneos. Do pintor pós-impressionista Van Gogh, dos expressionistas Munch e Paul Klee.
E dos pintores brasileiros, a modernista Tarsila e o contemporâneo Aldemir Martins, com seu estilo peculiar.

"Pôr do Sol" - Vincent van Gogh
Pintor pós impressionista holandês (1853-1890)


"Salgueiros ao Pôr do Sol" - Vincent van Gogh
Pintor pós impressionista holandês (1853-1890)


"Sol" - Edvard Munch
Pintor e gravurista expressionista e simbolista norueguês (1863-1944)


"Para Parnassus" - Paul Klee
Pintor expressionista e cubista suíço (1879-1940)




Música: "Nascente" - Milton Nascimento
Cantor brasileiro contemporâneo
Letra e música: Flávio Venturini e Murilo Antunes






"Sol Poente" - Tarsila do Amaral
Pintora modernista brasileira (1886-1973)




"Marinha" - Aldemir Martins
Pintor brasileiro (1922-2006)


"Paisagem" - Aldemir Martins
Pintor brasileiro (1922-2006)

Aldemir Martins

"Paisagem com Casa" - Aldemir Martins


"Paisagem" - Aldemir Martins
Pintor brasileiro (1922-2006)




Música: "Cânone in D" - Pachelbel
Compositor, organista e professor barroco alemão (1653-1706)






"Não fique triste quando ninguém notar o que fez de bom
Afinal...
O sol faz um enorme espetáculo ao nascer e mesmo assim
 a maioria de nós continua dormindo". 
(Charles Chaplin)




17 de janeiro de 2013

PINTURAS DA NOITE COM CÉU ESTRELADO E ENLUARADO NOITE E OS NOTURNOS MUSICAIS





ARTE NA NATUREZA

ARTE NA NOITE



Pinturas com Céu Estrelado e Enluarado


Músicas em Noturnos



Van Gogh pintou os céus noturnos e estrelados
carregando nas tintas azuis e amarelas.


"Céu Estrelado Sobre o Rio Rohne" - Vincent van Gogh
Pintor holandês pós-impressionista (1853-1890)


Na pintura "Céu Estrelado", abaixo, a lua e as estrelas parecem girar  em torno de si mesmas.
A pintura possui movimento com suas luzes ondulantes.
Van Gogh  utiliza o azul em diferentes tons,
 o amarelo e o branco com empastes carregados de tinta. 







Músicas Inspiradas nas Noites

Os Noturnos Musicais


As músicas selecionadas nesta página foram compostas sob o mesmo tema, a noite.
Muitos compositores se inspiraram nela. 
Os "Noturnos Musicais" formam um gênero musical.
Um dos primeiros a criar este gênero foi o compositor e professor irlandês John Field,
considerado "o pai" do noturno romântico. Porém, foi Chopin quem melhor representou este estilo, desenvolvendo-o com maior dramaticidade. Ele compôs não um, mas 21 movimentos noturnos. Outros compositores igualmente talentosos e famosos se inspiraram neste tema. Mozart compôs sua "Pequena Serenata Noturna", Frans Liszt, Robert Schuman, Debussy, dentre outros, também escreveram seus noturnos.



Música: "Noturno n.9" - John Field
Compositor, pianista e professor irlandês (1782-1837)
(clique na seta para ouvir)


Música: "Noturno" - Fréderic Chopin
Compositor e pianista do romantismo polonês (1810-1849)



Música: "Pequena Serenata Noturna - Romance" - Wolfgang Amadeus Mozart
Compositor do período clássico austríaco (1756-1791)



Música: "MoonLight" ("Luar") - Beethoven
Compositor e pianista alemão (1770-1827)




Música: "Noturno" - Claude Debussy
Compositor impressionista francês (1862-1918)






"Marinha ao Luar" - Alfred Stevens
Pintor acadêmico belga (1823-1906)

"Velejando ao Luar" - Martin Johnson Heade
Pintor americano conhecido por suas pinturas de paisagens marinhas (1819-1904)

"Lua Cheia em Millbank" - William Turner
Pintor do romantismo inglês (1775-1851)

"Pescador no Mar" - William Turner
Pintor do romantismo inglês (1775-1851)

Tomas van Stein
Pintor americano contemporâneo

Tomas van Stein
Pintor americano contemporâneo



"Seja humilde, pois, até o sol com toda sua grandeza se põe e deixa a lua brilhar."
(Bob Marley) 


"Eterno Espanto" 
"Que haverá com a lua que sempre que a gente a olha é com o súbito espanto da primeira vez?"

(Mário Quintana)


"Verso Avulso" 
... O luar é a luz do sol que está sonhando...

(Mário Quintana)


12 de janeiro de 2013

PINTURAS E MÚSICAS NA CHUVA - MONET - VAN GOGH - CONSTABLE - TURNER




ARTE E NATUREZA

ARTE E A CHUVA

PINTURAS EM DIAS CHUVOSOS


"Chuva de Verão" - Jacek - Pintor contemporâneo



Música de Chopin inspirada na chuva, em um "Pingo de Chuva". 
É um prelúdio, ou seja, uma peça musical escrita que pode ter sido improvisada, para dar introdução a uma composição vocal ou instrumental.


Música: "Pingo de Chuva" Prelúdio em Piano - Op. 28, N.15
Frédérique CHOPIN
Compositor e pianista polonês (1810-1849)
(Clique na seta para ouvir)



Verão
Estação das Chuvas Tropicais

Na estação do verão nos trópicos, além do sol e calor, temos as chuvas frequentes.
Inspirados na natureza os artistas mostram a chuva através de suas obras.
Qualquer que seja o tema relacionado à natureza, resulta em inspiração para trabalhos artísticos. 




A natureza se faz presente na arte e muitas vezes é a própria protagonista nestes trabalhos.


André Kohn - Pintor russo contemporâneo




Donald Zolan - Pintor americano contemporâneo

Maurice Brasil Prendergast
Pintor pós-impressionista americano (1858-1924)
"Maré Baixa com Chuva" - Eugène Boudin
Pintor francês (1824-1898)


Música: "Chuva" Sonata para Violino - op. 78 n.1 (1/3)
 Johannes BRAHMS
Compositor e pianista alemão (1833-1897)
(Clique na seta para ouvir)



"Costa Perto do Castelo Dunstanburgh" -  Willian Turner
Pintor do período do romantismo inglês (1775-1851)

"Chuva, Vapor e Velocidade na Linha de Trem 'Great Western' " - Willian Turner
Pintor do período do romantismo inglês (1775-1851)

John Constable
Pintor do período romântico inglês (1776-1837)

Arquivo: Constable - Seascape Estudo com Cloud.jpg Chuva
"Marinha - Estudo com Nuvem de Chuva" - John Constable
Pintor do período romântico inglês (1776-1837)

"Paisagem de Auvers na Chuva" - Vincent van Gogh
Pintor holandês (1853-1890)

"Campo de Trigo na Chuva" - Vincent van Gogh 
Pintor holandês (1853-1890)


Música: "A Chuva" - Best of the Best - Instrumental
(Som instrumental representando os pingos de chuva)



"Chuva em Etretat" - Claude MONET
Pintor impressionista francês (1840-1926)

"Manhã no Rio Sena com Chuva" - Claude MONET
Pintor impressionista francês (1840-1926)


"Um dia de chuva é tão belo como um dia de sol.
Ambos existem; cada um como é."
(Fernando Pessoa)

"Bela Ilha na Chuva" - Claude MONET
Pintor impressionista francês (1840-1926)

"Chuva no Litoral" (1977) - Paterson Ewen
Pintor canadense (1925-2002)


Vídeo antigo e nostálgico - um clip de 1966 dos Beatles ainda mocinhos em início da banda.
Vídeo-Música: "A Chuva" - Beatles

A inspiração para a gravação da música "Rain" (Chuva), segundo John Lennon, foi em uma viagem da banda para a Austrália, em que a chegada foi marcada pela chuva e mau tempo. Lennon disse: "Eu nunca vi chuva tão difícil assim antes, exceto no Taiti", e explicou mais tarde que "Rain" foi "sobre pessoas gemendo sobre o tempo ... o tempo todo".